Maurice Caillet: “Yo fui Masón”

Arquivado em (Livros) por Pablo González Blasco em 25-05-2011

Tags: , ,

Maurice Caillet: “Yo fui Masón”. Libroslibres. 184 pgs. Madrid. 2008

     O autor, nascido numa família de orientação liberal, não foi batizado nem teve contato nenhum com a formação religiosa. Médico de formação– com especialidade em urologia e ginecologia – foi um adepto praticante dos métodos anticonceptivos, um dos primeiros a implantar DIUs, além de praticar a esterilização em mulheres e homens. Com pouco mais de trinta anos ingressou nas fileiras da Franco-Maçonaria, onde militou por mais de 15 anos.

     Nesta obra, relata com detalhes a sua ascensão dentro da Maçonaria -de aprendiz até Mestre Venerável e responsável por uma importante Loja- assim como os rituais praticados, e também as surpresas: comprovar como muitos dos maçons importantes ocultavam sua condição – “irmãos dormentes”- com o fim de preservar-se diante da opinião pública; ou a falta do apoio esperado, ou mesmo a perseguição velada de que foi objeto.

     Mas o livro vai além do tema que o título sugere, para adentrar-se no processo de conversão do autor, primeiro para o Cristianismo Ortodoxo, onde foi batizado com 54 anos, e finalmente para a Igreja Católica. Uma trajetória impressionante que faz pensar, mais uma vez, que Deus não abandona àqueles que o buscam com coração sincero. Um belo testemunho de vida de quem apesar de ter sofrido discriminação e acossamento, relata os fatos sem paixão, e com respeito por pessoas e instituições.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)